Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
E se...?!
15/08/2017 E se eu meu queimar?


Acidentes acontecem o tempo inteiro, mesmo tomando os cuidados recomendados. A queimadura, por exemplo, pode ser causada pelo frio, pela eletricidade, por produtos químicos, por radiações e até por fricção. O que fazer se, por acaso, isso acontecer?

Há três tipos de queimadura: a de 1º grau, que atinge a camada mais superficial da pele, a epiderme, resulta numa lesão vermelha, quente e dolorosa. A queimadura solar é um exemplo. Já a queimadura de 2º grau superficial resulta em bolhas e causa muita dor enquanto a de 2º grau profunda é menos dolorosa e a base da bolha é branca e seca. A queimadura de 3º grau é indolor, acomete todas as camadas da pele, podendo chegar até os ossos e gerar sérias deformidades.

Como tratar?
É importante ressaltar que qualquer queimadura significativa na face, mãos, pés e genitália, queimaduras elétricas ou de vias aéreas superiores, deve-se procurar ajuda médica imediatamente.

Se a queimadura for de 1º grau, a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda fazer compressas frias nas primeiras horas após o acidente. Nada de seguir receitas caseiras como passar pasta de dente ou manteiga. Pode usar um óleo mineral ou vaselina líquida para manter a queimadura hidratada, além de tomar um analgésico se for necessário. Não deixe de usar filtro solar.

Se a queimadura for de 2º grau superficial, as bolhas devem ser drenadas, mas não retiradas, pois a pele serve como curativo biológico. Consulte um médico, pois este o especialista mais indicado para ajudar no tratamento. Após o rompimento da bolha e a limpeza do local afetado serão realizados curativos com remédios apropriados. Com a cicatrização, o uso de um filtro solar evita o aparecimento de manchas.

Já se a queimadura for de 2º grau profunda e 3º grau geralmente exige uma internação hospitalar, pois podem ocorrer manifestações sistêmicas, como desequilíbrio acentuado dos níveis de sódio, potássio e/ou cálcio, e desidratação. Há necessidade também de retirar os tecidos necrosados, de partículas estranhas na ferida e até mesmo da realização de enxertos.

Os pacientes com queimaduras de 2º e 3º graus devem tomar vacina contra o tétano, ingerir muito líquido e manter os membros acometidos elevados para alívio da dor e do edema.

continue lendo
Telefones úteis