Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Atitude saudável
01/08/2017 Águas minerais: você sabe a diferença entre elas?

Beber água é fundamental. A afirmação, que você já deve ter ouvido por aí, é mais do que verdadeira. Sessenta por cento do nosso corpo é composto por água. Por isso, uma das recomendações mais básicas para manutenção da saúde é justamente beber água.

Águas minerais: você sabe a diferença entre elas?

Para muitos, a opção para manter o corpo saudável e hidratado são as águas minerais. São muitas as opções daquelas águas engarrafadas que são facilmente encontradas em supermercados, lanchonetes e restaurantes. Mas você sabe qual a diferença entre elas?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), elaborou uma lista que explica quais são as diferenças entre os produtos disponíveis no mercado brasileiro. Confira!

Água mineral

É aquela obtida diretamente de fontes naturais ou por extração de águas subterrâneas, ou seja, poços perfurados para extração de água. Para fins de saúde não há diferença entre a água de uma fonte natural ou de extração subterrânea. Os dois tipos respeitam o mesmo padrão de qualidade.

Água adicionada de sais

É uma água própria para consumo humano que recebe a adição de pelo menos 30mg/L de sais minerais.

Água com sabor ou flavorizada

Na verdade não é água. A água que recebe outros ingredientes como corantes, aromatizantes ou suco de fruta é enquadrada em outras categorias, como refrigerante, por exemplo.

Qualquer um destes tipos acima pode ser naturalmente gasoso ou receber a adição de gás artificialmente.

Qualidade

Mas será que, a qualidade destes tipos de água é controlada? A exploração de água mineral depende de autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). É o DNPM que avalia a qualidade da água que sai das fontes e vai para as garrafinhas.

A água mineral e a água adicionada de sais não precisam de registro na Anvisa, mas os fabricantes devem seguir as regras de rotulagem e informar o órgão local de vigilância sanitária do município ou estado quando a fabricação tem início.

Sais minerais

São cinco tipos de sais que podem ser adicionados na água: bicarbonato, carbonato, citrato, cloreto ou sulfato. Cada um deles pode ser de quatro diferentes tipos de minerais: cálcio, magnésio, potássio e sódio. Sendo assim, existem 20 combinações diferentes de sais minerais, já que cada sal pode ser de um tipo de mineral.

continue lendo
Telefones úteis