Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Seu filho
24/07/2017 Alimentação infantil: ambiente e exemplos influenciam e podem ajudar a prevenir obesidade

Embalagens coloridas e atrativas. Quando o assunto são alimentos, estas características podem ser inversamente proporcionais a quanto um produto é saudável. São muitas as ofertas de alimentos ultraprocessados, que, além do apelo de serem práticos e rápidos, são especialmente atrativos para os pequenos. Mas o caminho para ter uma alimentação saudável e prevenir a obesidade deve passar longe deles.

Alimentação infantil: ambiente e exemplos influenciam e podem ajudar a prevenir obesidade

A aposta deve ser nos produtos in natura ou minimamente processados. Mas como fazer as crianças experimente e consuma estes tipos de alimentos? Se você e pai, mãe os responsável, a resposta pode estar em suas próprias atitudes. Afinal, as crianças costumam imitar o que é feito em casa. Segundo especialistas, a conduta alimentar da casa está associada ao peso e ao comportamento das crianças.

Por isso, os parentes e responsáveis devem ficar atentos ao ambiente onde a criança está inserida e evitar alimentos ultraprocessados (como macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote e refrigerantes) e, consequentemente, uma futura obesidade infantil. Na prática, significa, claro, ter atenção ao que compra e consome, mas também envolver a criança no processo de preparação do alimento de uma forma mais lúdica, para que ela possa conhecer mais os alimentos in natura.

De olho no rótulo

Para buscar escolhas mais saudáveis é preciso entender o rótulo, entender o que são os alimentos ultraprocessados e aprender como é possível reaproveitar os alimentos. Além de explicar aos pequenos a importância de uma alimentação saudável e os malefícios dos alimentos ultraprocessados.

Em linhas gerais, A estratégia ideal para a mudança de hábito com menos influência dos ambientes externos é a combinação de compras de alimentos saudáveis nas feiras locais – levar as crianças à feira é importante também – com o comportamento alimentar das famílias. No entanto, as famílias também devem encorajar as crianças a reduzirem o consumo de bebidas açucaradas, estimular a prática de atividade física e diminuir o tempo gasto com o mundo virtual, que traz inúmeras propagandas de alimentos ultraprocessados.

continue lendo
Telefones úteis