Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Setores da Saúde
Vigilância em Saúde
Vigilância Sanitária
Cidadão
Dicas
Vigilância Sanitária
Dicas
13/04/2017 Suplementos alimentares: como identificar produtos irregulares Sempre desconfie de promessas milagrosas e de ação rápida

Suplementos alimentares: como identificar produtos irregulares

Você já deve ter ouvido falar em suplementos alimentares, talvez já tenha até feito uso deste tipo de produto. Mas você sabia que esta categoria de produtos não existe formalmente no Brasil? Os produtos geralmente anunciados como suplementos alimentares pertencem, na verdade, às categorias de “Suplementos Vitamínicos e Minerais” e “Alimentos para Atletas”.

Ambas são dispensadas de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Mas a própria Anvisa alerta para importância de usar tais produtos com cuidado e cautela. A primeira recomendação diz respeito ás propriedades que podem ser relacionadas ou creditadas aos suplementos.

Por serem alimentos, esses produtos não podem alegar propriedades medicamentosas ou indicações terapêuticas. Propagandas e rótulos que indicam alimentos para prevenção ou tratamento de doenças ou alívio de sintomas, emagrecimento rápido, redução de gordura, aceleração do metabolismo ou melhora do desempenho sexual são ilegais e podem conter substâncias não seguras para o consumo.

Por isso, sempre desconfie de promessas milagrosas e de ação rápida (como “Perca 5 kg em 1 semana!”), indicações de propriedades ou benefícios cosméticos (redução de rugas, de celulite e melhora da pele), indicações terapêuticas ou medicamentosas (cura de doenças, tratamento de diabetes, artrites, emagrecimento) uso de imagens, e ou expressões que façam referência a hormônios e outras substâncias farmacológicas.

Desconfie, também, do uso de panfletos e folders para divulgar as propriedades do produto sem identificação da empresa fabricante, distribuidora, endereço, CNPJ ou serviço de atendimento ao consumidor. E lembre-se: todos os rótulos devem estar em língua portuguesa.

Telefones úteis