Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Setores da Saúde
Vigilância em Saúde
Vigilância Sanitária
Cidadão
Dicas
Vigilância Sanitária
Dicas
15/03/2017 Chás: saiba como usá-los corretamente A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) dá algumas dicas sobre a sua utilização. Confira!

Chás: saiba como usá-los corretamente

Quase todo mundo já ouviu dizer que chá de camomila é bom para acalmar, chá de boldo ajuda a curar ressaca e chá de laranja da terra alivia o mal-estar da gripe. Aproveitar os benefícios da natureza faz parte das tradições e culturas que passam de geração em geração.

Seja por inalação, ingestão, gargarejo ou até banhos de assentos, as chamadas “drogas vegetais” têm características e usos específicos que influenciam completamente a ação terapêutica das mesmas. Por isso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) dá algumas dicas sobre a sua utilização. Confira:

• Utilizar sempre plantas que você conhece bem;
• Nunca coletar plantas medicinais junto a locais que possam ter recebido agrotóxicos, ou perto a estradas, estacionamento de veículos, lixo ou locais poluídos;
• As plantas medicinais devem ser secas à sombra, até se tornarem quebradiças antes de serem utilizadas. Evite o uso de plantas medicinais murchas, mofadas e antigas;
• Procure conhecer a parte correta da planta medicinal a ser utilizada. Oo guaco, por exemplo, devem ser utilizadas as folhas, enquanto o gengibre são as raízes;
• Não armazenar as plantas medicinais por um longo período, pois podem perder os seus efeitos;
• Evitar misturas de plantas medicinais. A combinação entre elas pode resultar em efeitos imprevisíveis;
• Não utilizar durante a gravidez, ou na amamentação, a não ser sob orientação médica;
• Evitar utilizar chás laxantes ou diuréticos para emagrecer;
• Tomar o chá logo depois de prepará-lo, evitar fazer grandes quantidades e armazenar, mesmo que em geladeira;
• Cascas, raízes, caules, sementes e alguns tipos de folhas devem ser preparadas em água quente;
• Frutos, flores e grande parte das folhas devem ser preparadas por meio de infusão, ou seja, jogando a água fervente sobre o produto, tampando e aguardando um tempo determinado para a ingestão.

Telefones úteis