Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Home
Obesidade
Vida Leve
Obesidade

#VidaLeve

Cláudia Granado é formada em administração e mãe de dois filhos
Depois da gravidez, para perder peso, eu diminuí a quantidade de comida e passei a comer mais frutas e beber mais líquido. Também comecei a me alimentar de 3 em 3 horas e fui pra academia. A maior dificuldade que eu tive foi diminuir a quantidade de comida e besteiras, como pizza, hambúrguer e empada. Desse jeito, perdi os 22kg que ganhei enquanto grávida e passei a me sentir bem melhor, mais confiante. Para manter o peso, tento não exagerar nas besteiras e me alimentar nas horas corretas, além de não beber refrigerante. Também continuo indo muito na academia.
Júlia Cabral é vendedora em uma loja de material de construção
Vou me casar e tinha muito problema com minha autoestima, ainda mais porque meu noivo é lindo. Fui olhar vestidos plus size e só encontrei modelos muito feios, isso me fez decidir que não queria casar daquele jeito. Comecei a fazer a dieta Hoje estou pesando 72kg e ainda quero perder mais uns 15kg para atingir meu objetivo. Uma grande desafio foi comer nos finais de semana. O mais difícil foi conseguir não beber mais nada alcoólico. Tem dias que vai parecer um inferno e que você vai chorar de raiva e se sentir a pessoa mais fraca do mundo. Mas na vida não existe vitória sem sacrifício. E não existe nada melhor do que se pesar e ver que está valendo a pena.
Bernardo Mastrangelo é estudante de nutrição e tem 22 anos
Desde pequeno eu sofri por causa do meu peso, as pessoas sempre me sacanearam, me chamaram de gordinho e eu sempre pensei em perder peso, mas acabava não fazendo nada. O que me motivou mais foi poder me sentir bem com o meu corpo, poder ir à praia sem blusa e não ficar com vergonha, escolher uma roupa e me sentir bem com ela. Por isso eu fui na nutricionista, comecei uma academia e uma dieta rígida. Foi um processo bem complicado, em muitos momentos eu tive vontade de desistir e jogar tudo pro alto. Perdi o peso, uns 5kg, mas não só isso, eu substituí muito da minha gordura por massa magra, por músculo, então mesmo sem uma quantidade enorme de quilos perdidos, eu estava melhor, mais magro e mais forte. Para manter o peso, eu tento regular a minha alimentação e continuar indo para a academia.
Cláudia Granado é formada em administração e mãe de dois filhos.
Decidi emagrecer porque estava me sentindo mal com o meu corpo, com uma barriguinha saliente que não me pertencia e com medo de continuar engordando sem parar. Com isso em mente, voltei para a academia, onde faço boxe, e comecei a diminuir a quantidade de comida e tentar comer melhor, principalmente durante a semana, quando como fora de casa. Eu trabalho o dia inteiro e a maior dificuldade de seguir o planejamento é vencer a preguiça e ir para a academia. Às vezes dá vontade de largar tudo e ir embora para casa. Comecei a perder peso agora, um pouco mais de 2kg, mas sei que ainda faltam alguns quilos e, pra isso, preciso aumentar a frequência do boxe e me controlar para não comer besteiras durante as refeições.
Telefones úteis